Logo upLexis
search
BlogGeral

Auditoria interna: entenda a sua importância pa...

Auditoria interna: entenda a sua importância para as organizações

Atualizado em 9 de agosto de 23 | Geral  por

Gabriela de Britto Maluf

A auditoria interna é uma ferramenta consolidada no mundo empresarial por ser considerada uma prática altamente eficiente para avaliar o ambiente interno da empresa sob diversos aspectos, buscando a melhoria contínua.

Esta ferramenta pode ser utilizada para analisar os processos e fornecer resultados condizentes com a realidade da empresa. Desta forma, amplia a visão dos gestores acerca do momento atual do negócio.

Por essas razões, a auditoria interna se mostra essencial para garantir a eficiência das organizações, promover a conformidade com as políticas estabelecidas, identificar possíveis melhorias e antecipar riscos.

Neste artigo, abordaremos a importância da auditoria interna, seu conceito, a diferença entre auditoria interna e externa, seus benefícios e muito mais.

Acompanhe e fique por dentro!

O que é auditoria interna?

A auditoria interna é uma atividade independente, conduzida por profissionais especializados, que pertencem à própria organização. Seu propósito principal é avaliar e monitorar a eficácia dos controles internos, processos de gestão de riscos, governança corporativa e a conformidade com as normas e regulamentos internos e externos.

O seu objetivo é garantir que as operações da empresa estejam alinhadas com as metas e indicadores estabelecidos, além de salvaguardar os ativos da organização, assegurar a continuidade das atividades e otimizar os processos internos, sobretudo os de gestão.

Qual a diferença entre auditoria interna e externa?

A principal diferença entre a auditoria interna e externa reside na sua origem e propósito. A auditoria interna é realizada por profissionais que fazem parte da própria empresa, enquanto a auditoria externa é conduzida por especialistas independentes contratados externamente, por empresas terceirizadas.

Os auditores internos fornecem recomendações para melhorias e auxiliam na prevenção de fraudes e irregularidades. Por outro lado, o trabalho dos auditores externos resulta em um relatório de auditoria, no qual eles expressam sua opinião sobre se as demonstrações financeiras estão apresentadas de forma justa e em conformidade com os padrões contábeis.

Além disso, enquanto a auditoria interna visa avaliar a eficiência dos processos internos e a conformidade com as políticas da empresa, a auditoria externa concentra-se principalmente na revisão das demonstrações financeiras da organização, bem como na adequação e veracidade dos registros.

Desta forma, a auditoria externa está muito mais voltada para o cumprimento das normas de contabilidade, sobretudo quanto à veracidade do que foi registrado, e também das demais leis pertinentes, tanto que existe uma obrigatoriedade de contratação de auditores externos registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar o procedimento, ou seja, fazer uma avaliação independente e imparcial das informações financeiras divulgadas pela empresa.

Quais são as atribuições dessa área?

As atribuições da auditoria interna são amplas e abrangem diferentes áreas da organização. Algumas de suas principais atividades são:

  • Avaliação dos processos e controles internos: verificação da eficácia dos processos e controles implementados para garantir a precisão, confiabilidade e segurança das operações da empresa;

  • Identificação de riscos: auxílio na identificação de riscos e vulnerabilidades nos processos e operações, permitindo que a empresa tome medidas preventivas para mitigá-los;

  • Garantia de conformidade: análise de conformidade das políticas, regulamentos e procedimentos da empresa, verificando se eles estão sendo seguidos corretamente, ajudando a evitar problemas legais e operacionais;

  • Avaliação do desempenho: análise de diversos setores da organização, auxiliando na tomada de decisões estratégicas e na melhoria contínua;

  • Apoio à governança corporativa: auxilia os conselhos e a alta administração a supervisionar e monitorar as atividades da empresa de forma ética e transparente.

Qual a importância e os benefícios da auditoria interna?

Conforme mencionado anteriormente, diante da amplitude da atuação da auditoria interna, sua importância está na garantia da integridade e transparência nas operações de uma organização em sentido amplo, contribuindo para melhorar a eficiência e a eficácia dos processos internos.

A auditoria interna proporciona diversos benefícios às organizações, tais como:

A identificação de pontos que precisam ser melhorados

A análise dos processos internos identifica falhas, ineficiências e áreas que requerem melhorias, permitindo que a empresa aprimore seus procedimentos e alcance maior eficiência operacional.

A garantia no cumprimento das políticas

A auditoria interna ajuda a garantir que todas as políticas e procedimentos estabelecidos pela empresa sejam cumpridos por todos os colaboradores, evitando desvios e assegurando a consistência nas operações.

Prevenção de riscos e antecipação de problemas

A identificação de riscos e vulnerabilidades, permite que a empresa tome medidas preventivas para evitar problemas futuros, protegendo seus ativos e minimizando a possibilidade de ocorrência de fraudes ou irregularidades.

Transparência

Ela promove também a transparência nas operações da empresa, uma vez que seus resultados são apresentados à alta administração e aos conselhos, possibilitando uma visão mais clara e precisa da saúde organizacional.

Quais são os tipos de auditoria interna?

Existem vários tipos de auditoria interna, cada uma focado em uma área específica da organização. Alguns dos principais tipos são:

  • Auditoria contábil: avalia a precisão e confiabilidade das informações financeiras da empresa;
  • Auditoria operacional: concentra-se na eficiência e eficácia das operações e processos internos da organização;
  • Auditoria de sistemas: verifica a segurança e o êxito a dos sistemas de informação utilizados pela empresa;
  • Auditoria de qualidade: verifica os processos relacionados à qualidade dos produtos ou serviços oferecidos;
  • Auditoria ambiental: analisa o desempenho ambiental da organização em relação às leis e regulamentações dessa área;
  • Auditoria de gestão: foca na gestão geral da empresa, verificando se as estratégias e objetivos estão sendo alcançados de forma eficiente.

Quando é recomendado fazer uma auditoria interna?

A realização de auditorias internas é recomendada periodicamente, de acordo com a complexidade das operações da empresa e os riscos envolvidos. Em geral, elas são conduzidas anualmente, mas também podem ocorrer em intervalos mais curtos para áreas mais críticas ou em momentos de mudanças significativas na empresa.

Quem pode fazer uma auditoria interna?

A auditoria interna é realizada por um único auditor ou uma equipe de auditores internos, que pode ser composta por funcionários da própria organização com expertise na área ou por profissionais contratados para essa finalidade, desde que assegurada a imparcialidade.

Isso porque o foco principal desse trabalho é na otimização, simplificação, adequação e eficácia dos processos e controles internos e não a responsabilização das pessoas por eventuais falhas identificadas.

Embora o seu objetivo seja evitar fraudes, irregularidades, corrigir erros e verificar o grau de integridade na empresa, esses pontos devem servir como orientação aos gestores para melhor desempenho das suas atribuições, por meio de recomendações de melhoria.

Conclusão

A auditoria interna é uma ferramenta valiosa para as organizações, proporcionando uma visão abrangente e confiável dos processos internos, garantindo a eficiência operacional, a conformidade com as políticas estabelecidas e a gestão adequada dos riscos.

Isso porque ela possibilita identificar áreas de melhoria, prevenir problemas e promover a transparência, e assim contribuir com o sucesso e crescimento sustentável das empresas, sendo amplamente reconhecida como uma prática essencial no mundo corporativo.

Como as soluções da upLexis podem ajudar no processo de auditoria?

Muitas atividades presentes na auditoria interna podem envolver a coleta de informações sobre pessoas ou empresas. Fazer essa atividade manualmente pode ser bastante complexa e demorada.

Com as soluções da upLexis, você pode obter dados relevantes para análise e tomada de decisão em poucos minutos. Com a plataforma upMiner, apenas com o número de CPF ou CNPJ é possível investigar pessoas físicas e jurídicas em mais de 2.000 fontes de consulta e gerar relatórios com score de risco.

Atenda regulamentações, previna conflito de interesses e garanta mais segurança no relacionamento com terceiros com uma única ferramenta. Clique aqui e conheça mais detalhes, ou se preferir, solicite uma demonstração gratuita da plataforma e conheça na prática como ela pode contribuir no seu dia a dia.



Gabriela B. Maluf é Founder & CEO da Thebesttype, empreendedora, escritora, advogada com 18 anos de experiência, especialista em Compliance Trabalhista, Relações Trabalhistas, Sindicais e Governamentais, Direito Público e Previdenciário, palestrante com mais de 200 eventos realizados e produtora de conteúdo técnico otimizado em SEO para sites e blogs.