Solicite um teste

Tecnologia para prevenção à fraudes: um diferencial para o mercado de construção civil

19 JAN 2021

19 JAN. 2021 / por Rômullo Martins

Entenda como a tecnologia pode ser um diferencial no processo de prevenção à fraudes em construtoras

O ano de 2021 mal começou e notícias de fraudes envolvendo construtoras já ganharam manchetes nos sites de notícias. Sem dúvidas, essa não é a primeira vez que empresas do setor veem seus nomes envolvidos em casos ilícitos, esse problema que se estende há anos já causou prejuízos incalculáveis. 

As construtoras Queiroz Galvão, OAS e OECI, que haviam recebido uma multa bilionária por fraudes na construção do metrô de São Paulo, tentaram suspender esse pagamento mas tiveram seus pedidos negados pelo Supremo Tribunal de Justiça, segundo matéria publicada pelo Conjur.

Lava Jato

É quase impossível falar sobre estes casos sem citar a Lava Jato. Iniciada em 2014, uma das maiores iniciativas de combate à lavagem de dinheiro e corrupção no Brasil, revelou que entre as empresas envolvidas no esquema de fraudes em licitações, estavam as maiores empreiteiras brasileiras.

Envolvendo figuras públicas, o caso ganhou grande notoriedade e se estende até os dias de hoje devido a sua proporção. 

Toda essa visibilidade e exposição das marcas proporcionaram ao setor perda de credibilidade e confiança no mercado nacional e internacional.

Impacto na economia

Com a imagem manchada e a diminuição das contratações, as principais empreiteiras envolvidas na investigação viram a receita líquida cair 85% em 3 anos, segundo o Valor Econômico.

Os empreendimentos paralisados causaram perdas de 1 milhão de vagas de emprego entre 2014 e 2018, com base no Sindicato Nacional da Indústria de Construção Pesada e Infraestrutura (Sinicon).

A participação no Produto Interno Bruto (PIB) também caiu drasticamente. Entre os anos de 2011 e 2014 o segmento chegou a superar a marca de 6%. Já em 2019, o índice ficou em 3,7%, em pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dessa maneira fica evidente o quão destrutivo é para uma empresa ter seu nome envolvido com casos de fraudes e corrupção. Às vezes os prejuízos são irreparáveis, além de interferir também na economia nacional. 

Compliance e tecnologia para prevenção à fraudes

As práticas de compliance só começaram a ser adotadas pelo setor de construção civil em meados de 2015. No final de 2018, aproximadamente 73% das corporações já reconheciam a sua importância, mas poucas a aplicavam. Essas informações foram levantadas pela pesquisa “Maturidade do Compliance no Brasil” da KPMG.

Sem dúvidas a implementação de um programa de compliance se tornou indispensável para essas empresas, assim como para tantas outras, afinal fraudes podem acontecer em qualquer organização. 

Mas, além dessas práticas, utilizar tecnologia pode ser um diferencial para evitar problemas futuros.

  • Mineração de dados

Como visto anteriormente, os esquemas de fraudes e lavagem de dinheiro geralmente envolvem um grande número de pessoas e muitas vezes indivíduos de empresas relacionadas, como fornecedores e terceiros.

Em outras palavras, fazer esse processo de prevenção não é uma tarefa fácil. Além de implementar boas práticas de compliance é preciso investir em tecnologia para otimizar as tarefas e executá-las de forma mais rápida e eficiente. 

Imagine para uma empresa multinacional ter que investigar todos os seus fornecedores de forma manual? Certamente exigiria uma grande equipe e a dispensação de muitas horas de trabalho, algo que nem sempre é viável. Isso também acontece com empresas menores, afinal, nem todas possuem uma área específica só para trabalhar com prevenção e investigação.

Por essa razão, muitas organizações já estão investindo em soluções que utilizam por exemplo tecnologia de mineração de dados. Como o próprio nome já sugere, consiste basicamente em minerar dados da internet buscando informações de interesse. Dessa maneira, em poucos minutos é possível ter um relatório detalhado sobre uma pessoa física ou jurídica para análise e tomada de decisão.

As vantagens de se usar uma plataforma com este tipo de tecnologia são muitas: maior assertividade nas buscas; otimização do tempo; menores chances de erros; menor custo homem-hora, entre outras.

upMiner

A plataforma upMiner é um bom exemplo de solução que utiliza essa tecnologia e tem ajudado empresas dos mais variados segmentos, assim como empresas do ramo de construção.

Com mais de 1.900 fontes de dados, em poucos minutos é possível ter em mãos informações essenciais para prevenir e identificar situações de riscos, como:

  • Situação da Receita Federal;
  • Envolvimento com lavagem de dinheiro;
  • Existência de processos judiciais;
  • Mídias negativas;
  • Pessoas Politicamente Expostas (PPE);
  • Bens como imóveis e veículos.

O sistema totalmente online permite ainda que as buscas sejam feitas em qualquer local, contando com usuários ilimitados. 

Teste gratuitamente a solução e veja como a mineração de dados pode contribuir para os processos de prevenção à fraudes na sua empresa!


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress