Solicite um teste

Qual o papel do compliance no combate à fraudes?

03 MAR 2020

03 MAR. 2020 / por Isadora Soliani

Conteúdo disponível em áudio!

O papel do compliance no combate à fraudes é o de garantir o cumprimento de normas, leis e regulamentações, além de instituir uma cultura ética e moral dentro da empresa. 

Práticas como a adoção de um código de conduta, canal de denúncias e auditoria também permitem que os funcionários se sintam seguros caso precisem reportar algo que eles acreditam que não está dentro dos valores e conduta ética da organização. Ou seja, podemos notar que as práticas podem incentivar o colaborador a fazer o certo. 

Antigamente, a corrupção e lavagem de dinheiro dentro de grandes companhias eram notadas por alguns, mas não eram denunciadas por medo dos mesmos serem prejudicados internamente. Afinal, na maioria das vezes, as fraudes milionárias envolviam indivíduos com altos cargos como executivos e diretores. 

Melhores práticas de compliance contra fraudes: 

Acima, citamos e explicamos qual foi o papel do Canal de Denúncias na descoberta de casos de fraude, agora iremos trazer outras ações típicas de um eficiente programa de compliance que também podem auxiliar na descoberta e prevenção de atos ilícitos. 

O Background Check 

O background check é um processo que realiza a checagem e validação simples ou aprofundada de antecedentes criminais, comerciais e financeiros. 

A checagem é realizada, através de fontes públicas e privadas que têm acesso à documentação cadastral, antecedentes criminais, processos trabalhistas, envolvimento em crimes e fraudes, entre outros. Tal verificação evita, por exemplo, que um indivíduo condenado por tráfico ou lavagem de dinheiro seja contratado como auditor de uma empresa. 

O processo de avaliação das informações coletadas pelo Background Check pode garantir que as contratações estejam livres de possíveis riscos e o candidato esteja mais inclinado aos valores da mesma. 

A Monitoria dos funcionários 

Além da realização do background check dos colaboradores, nos dias de hoje é fundamental que a empresa realize uma monitoria dos indivíduos que possuem altos cargos dentro da empresa, pois é a partir da mesma que pode se perceber alguma mudança no padrão de vida ou atividades suspeitas. 

Exemplos que podem levantar suspeitas: 

  • Aumento exponencial de bens 
  • Diminuição exponencial de bens 
  • Relatórios discrepantes 
  • Pessoas que não estimulam iniciativa de isenção ou diminuição de impostos dentro da empresa 
  • Indivíduos que são contra padrões de auditoria e fiscalização 

Ao adotar essas duas práticas de compliance é possível evitar e se prevenir de alguns casos de corrupção e lavagem de dinheiro. 

Pensando nisso, escolhemos um e-book com conteúdo mais específico para você melhorar a sua estratégia de prevenção contra fraudes junto com o poder da tecnologia.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.