Solicite um teste

Por que investir em compliance na área da saúde?

22 JUN 2021

22 JUN. 2021 / por Rômullo Martins

Garantir a eficiência no cumprimento de leis e normas, assim como combater irregularidades, não é um trabalho fácil. Contudo, é essencial para o bom desenvolvimento de uma organização. Esses são alguns motivos para o compliance estar tão em alta ultimamente. 

Para as empresas da área da saúde não é diferente, muito pelo contrário, é preciso se certificar que tudo está em conformidade para não ter problemas no futuro.

Neste artigo, falaremos porque esse segmento deve investir em compliance.

Recorrência de fraudes 

Representando aproximadamente 9% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, é possível perceber que a área da saúde é bem importante para a economia brasileira.

Além de empregar milhares de pessoas, é responsável por cuidar e tratar toda a população. 

Em contrapartida, o setor é um dos que mais sofrem com fraudes e corrupção, situações que causam grandes prejuízos.

Segundo uma recente publicação do Canaltech, somente o segmento de saúde privada perde em média 20 bilhões de reais por ano em decorrência de práticas ilícitas. 

Ainda neste mês, o G1 publicou uma matéria onde é possível constatar denúncias de fraude envolvendo a compra de materiais hospitalares para a rede pública. 

Ou seja, a área da saúde como um todo enfrenta esse tipo de problema.

Comportamentos antiéticos 

A ética, ou a falta dela, no caso, também pode causar sérios problemas para as organizações. O seu efeito na área da saúde pode ser ainda pior, tendo em vista que vidas estão em risco. 

Com a atual pandemia, esse tipo de desvio de conduta acabou se tornando um pouco mais perceptível.

Recentemente, alguns casos de enfermeiras que, por alguma razão, não estavam aplicando de fato a vacina contra o coronavírus, vieram à tona.

Essa atitude gravíssima compromete não só o segmento, mas afeta a sociedade em geral.

Então, além das fraudes apontadas anteriormente, ainda existem os problemas éticos que envolvem o setor.

Mas a pergunta é, como prevenir essas ações?

O investimento em um programa de integridade

É aí que entra o compliance. O termo, que pode ser traduzido como “estar em conformidade”, se trata de um conjunto de ações que tem por finalidade prevenir, identificar e punir quaisquer atos que vão contra os valores da empresa.

Ao mapear todos os pontos que oferecem riscos, é possível tomar decisões e antever os problemas antes que eles aconteçam.

Muito além de leis

Apesar de estar bastante associado ao cumprimento de normas e leis, algo bastante presente na área da saúde, o compliance envolve muitos outros aspectos.

As práticas podem ser aplicadas desde a verificação do pagamento correto dos impostos até a checagem dos fornecedores da empresa, a fim de garantir a idoneidade dos mesmos.

Principais benefícios

São diversos pontos positivos que um adotar práticas de compliance proporciona, como por exemplo:

  • Relacionamentos corporativos mais transparentes;
  • Prevenção de fraudes e corrupção;
  • Redução de custos (multas e sanções administrativas);
  • Mais segurança nos processos;
  • Mais confiança do público;
  • Entre outros. 

Conclusão

Assim como outros segmentos, a área da saúde possui diversas normas e regulamentos a seguir. Também precisa verificar constantemente seus processos a fim de evitar casos de fraudes.

As práticas de compliance são ótimas ferramentas para ter o controle de todas operações da organização e garantir que estas estejam sendo executadas da melhor maneira, atendendo às leis e aos princípios éticos. 

Quer saber mais sobre compliance?

Temos um e-book exclusivo para você sobre o tema. Clique no banner abaixo para receber o material no seu e-mail!

E-book Compliance Corporativo


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress