Solicite um teste

Pandemia gera aumento dos crimes financeiros na Europa

12 MAIO 2020

12 MAIO. 2020 / por Isadora Soliani

Quer escutar o artigo? Clique abaixo!

Novo cenário que estamos vivendo:

Os meios financeiros sempre se preocuparam com crimes como a corrupção, lavagem de dinheiro, uso de propina, fraudes, entre outros, de tal maneira que o setor é considerado um dos que mais investem em compliance, práticas de controle e prevenção de riscos. 

A pandemia mundial que estamos enfrentando trouxe um novo cenário de incertezas. Com a economia fortemente afetada, investimentos postergados, empresas com as atividades reduzidas, queda da confiança do consumidor e um aumento na taxa de desemprego, os indivíduos tendem a agir mais emocionalmente, podendo dessa maneira, se envolverem mais facilmente em atos ilícitos

Meios financeiros estão sendo os mais afetados por fraudes e atos ilícitos 

Na Europa, os crimes de origem financeira já aumentaram consideravelmente e os bancos estão buscando novas medidas para conter os danos causados e se prevenir de possíveis novos riscos. 

A Revista Exame, no dia quatro de abril, publicou em seu site um artigo sobre o assunto com um alerta de uma agência reguladora do setor financeiro da Áustria sobre possíveis saltos em atividades criminosas contra os bancos. Segundo a mesma, as drásticas mudanças na economia e os mercados desordenados têm dificultado os controles de processos. 

Alerta da Áustria para todos os países!

Segundo a agência: “As atividades fraudulentas nos mercados financeiros relacionadas à pandemia de coronavírus aumentaram muito. E, muitas vezes, esses são tipos de golpes já conhecidos que agora aparecem em nova embalagem devido aos desafios específicos da crise causada pelo vírus COVID-19.” 

No caso da Áustria, pontuaram no artigo sobre uma fraude conhecida pelo nome “Fraude do CEO”.

Este modelo de fraude, tem como objetivo fazer com que executivos transferiram dinheiro, na esperança que procedimentos de segurança não identifiquem a ação atípica. E, dessa forma, se beneficiem com o valor roubado dos bancos. 

Como diminuir a incidência dos atos ilícitos nos meios financeiros neste momento? 

Separamos em tópicos algumas dicas e práticas que costumam ser bastante úteis em casos de fraude e prevenção à lavagem de dinheiro.

  • Implementar um programa de compliance eficiente. Caso já exista um programa de compliance, neste momento de crise, é fundamental reavaliar todas práticas a fim de adotar novos controles e normas.
  • Realizar a checagem de terceiros com o intuito de garantir a ética em todos relacionamentos da empresa: colaboradores, terceirizados, investidores e parceiros.
  • Buscar por soluções tecnológicas eficazes, pois elas irão permitir que a empresa otimize o tempo das equipes e possa investi-lo em atividades mais estratégicas como a gestão de riscos. Além disso, as ferramentas tecnológicas são responsáveis por uma melhoria nos serviços prestados pelos bancos, por exemplo.
  • Utilizar a mineração de dados ao seu favor. A tecnologia Big Data é capaz de abrir novas possibilidades de negócios, identificar riscos e permitir que as empresas tenham em mãos relatórios com dados relevantes, servindo dessa forma como documentos para processos de tomada de decisão.
  • Manter o Canal de Denúncias de forma online. Essa prática é bastante conhecida por atuar no combate à corrupção, fraudes e outros casos de desvio de conduta. No momento que estamos vivendo de pandemia, onde a maioria dos funcionários de bancos está trabalhando de forma remota, é fundamental que o Canal de Denúncias esteja funcionando perfeitamente online.

UpMiner: Plataforma de mineração de dados bastante conhecida nos meios financeiros

Solução criada para automatizar práticas de compliance, coleta de informações, checagem de terceiros, busca por conflitos de interesse, prevenção à lavagem de dinheiro, inteligência de mercado e tomada de decisões em geral.

A plataforma traz relatórios estruturados com dados relevantes em tempo real para que analistas, gestores e diretores tenham mais embasamento em suas ações e escolhas. Como, por exemplo:

  • Checar terceiros – colaboradores, fornecedores, clientes, parceiros e investidores;
  • Obter dados cadastrais de pessoas físicas;
  • Saber informações sobre pessoas jurídicas como: sócios, receita recorrente, números de filiais, etc;
  • Investigar possíveis ligações entre relacionamentos do seu interesse;
  • Identificar riscos como: conflitos de interesse dentro da empresa, casos de corrupção envolvendo funcionários, entre outros;
  • Mapear possíveis oportunidades de negócio;
  • Ter relatórios completos que servem como documentos sobre empresas e pessoas;
  • Ter conhecimento sobre bens, imóveis, marcas e patentes no nome de pessoa física ou jurídica;
  • Entre outros.

São inúmeras as possibilidades de como utilizar a ferramenta de forma favorável nos meios financeiros. Portanto, no momento que estamos vivendo e com o aumento da taxa de fraudes no setor, a solução é essencial para garantir a mitigação de riscos e a aumentar a eficiência dos processos.

Quer saber mais sobre o upMiner e como ele pode te ajudar durante a crise?

Entre em contato com o nosso time comercial!

Separamos também um e-book específico sobre o tema fraudes e tecnologia, não deixe de clicar abaixo para acessar.

O papel da tecnologia no combate à fraudes


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress