Solicite um teste

Médicos sem Fronteiras e a upLexis

17 JAN 2019
17 JAN. 2019 / por adminuplexis

A upLexis, empresa especializada em tecnologias para busca e estruturação de informações retiradas de grandes volumes de dados, firmou uma parceria com a Médicos Sem Fronteiras (MSF), uma organização humanitária internacional que leva ajuda médica de emergência a vítimas de conflitos armados, epidemias, desastres naturais e exclusão do acesso à saúde. O acordo é voltado para a utilização do upMiner.

A ferramenta auxilia na análise de dados, automatizando consultas em diversas fontes de conhecimento disponíveis na web.

“Temos um processo muito criterioso para aceitar doações a partir de um determinado valor, tanto de pessoas físicas, quanto de pessoas jurídicas. Precisamos estar seguros em relação à idoneidade da origem do dinheiro. Por isso, é importante que tenhamos a melhor ferramenta disponível para realizar as análises com o máximo de acurácia possível” explica Ednice Duarte, do Médicos Sem Fronteiras.

Antes da parceria entre a organização e a upLexis, as análises eram feitas manualmente, utilizando o Google, com o nome da pessoa ou empresa. Era necessário fazer uma triagem burocrática acompanhada de uma série de palavras-chaves que pudessem identificar algum problema como “corrupção”, “fraude”, “trabalho escravo”, entre outros. 

Depois, a MSF analisava as notícias para classificar e aprovar ou não a doação.

Com a parceria, a plataforma upMiner passa a ser responsável por toda a triagem das doações recebidas, identificando possíveis fraudes.

“Poder contribuir com o terceiro setor, principalmente nesta questão de doação é incrível e nos enche de orgulho. Garantir que este dinheiro seja limpo traz grande valor ao nosso trabalho e nos ajuda a ter mais transparência e controle das atividades financeiras” finaliza Eduardo Tardelli, CEO da upLexis.

Originalmente em Baguete Diário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.