Solicite um teste

Background check na política brasileira

15 FEV 2019
15 FEV. 2019 / por Eduardo Tardelli

Background check (verificação de antecedentes, em português) é uma prática utilizada com muita frequência nos departamentos pessoais, principalmente quando há uma nova contratação. Neste momento, a empresa realiza uma averiguação prévia de alguns dados públicos, como ficha criminal, pendências financeiras, entre outros. Qualquer vestígio dessa natureza que possa ser encontrado no histórico dos candidatos, os colocam em desvantagens diante dos demais.

O mesmo ocorre na política. O uso dessa prática, não só no Brasil, como no mundo inteiro, é muito comum. Tanto que o conceito “dossiê”, documento que reúne essas diversas informações pesquisadas a respeito de alguém, é muito conhecido neste ramo, principalmente em épocas pré-eleitorais, com o objetivo de encontrar irregularidades dos candidatos.

Esse tipo de busca já veio ao conhecimento da população diversas vezes. Muitos dossiês foram divulgados, apresentando irregularidades em campanhas, na administração de bens e poses e até ligação com fatos suspeitos.

Este trabalho, tanto no setor público como no privado, é fundamental para garantir segurança no momento de escolher um candidato, seja para qual cargo for. Com a prática do Background check na política, é possível levantar dados para embasar decisões importantes e, por isso, é fundamental contar com fontes seguras e sérias.

Sabemos que parte deste trabalho ainda é feito manualmente, o que torna um desafio manter os dados atualizados, o que pode comprometer toda a sua análise. Se as suas fontes são desatualizadas, incompletas ou possuem dados ilícitos, é possível que você tenha uma visão equivocada de todo o contexto e isso dentro da política pode causar um dano irreparável.

O emprego de novas tecnologias para garantir mais transparência na política brasileira é, sem dúvidas, um grande passo para um governo mais justo. Graças a utilização de ferramentas aliadas ao background check na política estamos ajudando a construir uma sociedade com mais ética.

Leia a matéria original aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.