Solicite um teste
+55 (11) 3094–7444 pt en

Mulheres na tecnologia

06 MAR 2020

06 MAR. 2020 / por Isadora Soliani

A importância da diversidade em todas as áreas 

Dados apontam que a presença de profissionais mulheres nos departamentos de tecnologia ainda é uma minoria esmagadora, cerca de 20% e com salário 30% menor que o dos homens. 

Considerando também que o setor de tecnologia está em constante crescimento, gera cerca de 1 milhão de empregos no nosso país e, segundo dados divulgados pela Softex, possui um déficit de em torno de 50 mil profissionais, é muito preocupante que ainda haja discriminação com a entrada de mulheres no ramo. 

Principais motivos pelo qual as mulheres ainda são minoria na tecnologia: 

  • Cultural (falta de estímulo pelo tema e limitação do contato com o universo tecnológico)  
  • Preconceito de gênero e isolamento social na faculdade 
  • Discriminação no ambiente de trabalho por conta do gênero 
  • Diferença em questão de salário e contratações 
  • Falta de representatividade

O que a sociedade e as empresas devem fazer a respeito do assunto? 

Pensando no fator cultural, o primeiro passo é estimular as meninas a se interessarem pela tecnologia e isso inclui apoiá-las caso optarem por carreiras no ramo de exatas. Ou seja, o empoderamento de escolher o que desejam para o seu futuro. 

No mundo corporativo, é fundamental que as empresas quebrem essa resistência imposta pela sociedade de que as mulheres não podem ser grandes especialistas dentro do mercado de tecnologia e apoiem a igualdade nas contratações. 

Mulheres importantes no setor de tecnologia nos dias de hoje: 

  • Anne Aaron: Diretora de algoritmos de vídeo para filmes e séries da Netflix;
  • Sylvia Acevedo: Ex-cientista de foguetes que agora é CEO das Escoteiras dos Estados Unidos da América;
  • Camila Fernandez Achutti: Ativista e CEO da MasterTech; 
  • Daniela Binatti: CEO e diretora de tecnologia da Pismo;
  • Diana Assennato: CEO da Arco; 
  • Ciranda de Moraes: Fundadora do She’sTech, movimento que visa fortalecer a presença das mulheres na tecnologia.

Processo de recrutamento e seleção da upLexis:

Apoiar a igualdade de gêneros é um dos nossos valores, pois acreditamos que o processo de recrutamento e seleção de bons profissionais deve se basear em outros fatores, como, por exemplo: a formação básica do indivíduo, o caráter, experiências, perfil comportamental, uma boa comunicação e a capacidade de trabalhar em equipe. 

Outro ponto importante no processo de seleção da upLexis, é o interesse em equilibrar os times com o intuito de trazer diversidade. Afinal, as diferenças tanto de formação, quanto de personalidade nos torna multidisciplinar.

Em relação às mulheres na tecnologia, esperamos que os dados mudem em breve. E, no que depender de nós, iremos concluir diversos processos seletivos, onde elas serão selecionadas ou escolhidas por merecimento e fatores como os citados acima. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.