Solicite um teste

Mineração de dados e o seu papel visionário no mundo corporativo

09 JUL 2020

09 JUL. 2020 / por Isadora Soliani

Por que é utilizado o termo “mineração de dados”? 

Desde o século XVI, o termo mineração se refere às práticas industriais cujo o intuito é extrair substâncias ou metais preciosos a partir de grandes depósitos ou massas minerais. E, nos dias de hoje, graças a transformação digital e ao protagonismo dos dados como forma de obter informações relevantes para tomadas de decisão mais assertivas, a “mineração de dados” tem sido bastante utilizada em empresas, no governo e na mídia. 

Como é realizado o processo? 

A mineração, também conhecida por “data mining”, é realizada por uma plataforma capaz de explorar grandes volumes de dados em busca de padrões consistentes, através de diversas fontes diferentes de maneira ágil com o objetivo de fornecer mais conhecimento às empresas que investem nessa tecnologia. 

Para entender melhor o conceito do processo, a analogia por trás do termo “mineração de dados” é bastante útil. Enquanto na mineração de metais preciosos, se peneira a terra até encontrar o ouro, no caso dos dados utilizam-se técnicas baseadas em análises de históricos para encontrar informações úteis e valiosas que poderão ser utilizadas em diversos setores e atividades do mundo corporativo.

O papel da mineração de dados no cotidiano das empresas:

Cada vez mais as organizações estão investindo em mineração de dados a fim de expandir o seu conhecimento de mercado. Ou seja, compreender o seu público alvo, oferecendo produtos e serviços de acordo com a sua real necessidade do momento, além de criar melhores estratégias por meio da previsão de riscos, padrões e comportamentos antes ocultos.

Os setores do varejo, meios financeiros, energia, agricultura e serviços são os que mais têm investido em mineração de dados nos últimos anos, devido as constantes mudanças políticas, econômicas, tecnológicas e comportamentais que acabam exigindo uma maior flexibilidade para se adaptar aos diferentes cenários. Dessa forma, as informações relevantes encontradas na prática servem para identificar ameaças e oportunidades em seus negócios, garantindo o acompanhamento das demandas do mercado.

Exemplos de práticas que mais utilizam o “data mining” no mundo corporativo:

Segmentação de mercado  –

Através da análise dos dados é possível identificar características e padrões comuns entre os clientes, permitindo a segmentação do seu público de acordo com suas preferências e comportamentos. Por meio desta prática, a empresa é capaz de otimizar a criação de produtos, tornando-os mais direcionados as necessidades dos consumidores. E, dessa forma, desenvolver uma comunicação mais personalizada e eficaz.

Detecção e prevenção contra riscos e fraudes – 

A mineração de dados permite que informações relevantes sobre terceiros sejam entregues de forma rápida à equipes responsáveis por investigações e checagens em setores responsáveis por análises de risco, permitindo a identificação de transações suspeitas e casos de lavagem de dinheiro, corrupção, fraudes, entre outros atos ilícitos.

Áreas de compliance também tendem a investir bastante em plataformas de “data mining” com o objetivo de otimizar práticas que envolvem a análise de inúmeras informações.

Gerenciamento de risco –

Com base no perfil do cliente, traçado pelos dados coletados em uma plataforma de mineração de dados, é possível que uma instituição financeira determine o risco de realizar um empréstimo ou até mesmo conceder um cartão de crédito a um cliente, por exemplo.

Tomar decisões baseadas em informações relevantes trazem mais segurança e assertividade às equipes de gerenciamento de risco. Além disso, a otimização do tempo permite que os funcionários se envolvam em atividades mais estratégias e haja uma redução de custos para a empresa.

Plataforma bastante conhecida no mercado

upMiner

Solução bastante conhecida no mundo corporativo, pois ela é capaz de entregar relatórios analíticos personalizados de acordo com a necessidade do cliente, através da mineração de dados. Ou seja, o indivíduo pode selecionar as fontes de pesquisa e optar pelo aplicativo que faz mais sentido com a busca do momento.

A principal característica da plataforma é fornecer informações relevantes para que as mais diversas áreas e setores possam otimizar processos que envolvam análise e pesquisa de dados, tais como:

  • Busca por: conflitos de interesse, fraudes, riscos e possíveis perdas;
  • Práticas de compliance: checagem de terceiros, background check, due diligence e auditorias;
  • Inteligência de Mercado;
  • Segmentação de Mercado;
  • Pesquisa de bens para recuperação de crédito/ativos.

Trazer assertividade as tomadas de decisão de uma empresa, ampliar os horizontes em relação a novas possibilidades de negócio, garantir conhecimento amplo sobre o mercado e consumidores, são algumas das vantagens de se investir em uma plataforma de mineração de dados como o upMiner.

Separamos um e-book bastante completo sobre o assunto, não deixe de acessar!

Impacto da análise de dados


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress