Solicite um teste

Invista em tecnologia no setor varejista

03 SET 2019
03 SET. 2019 / por Isadora Soliani

Revolução tecnológica no setor varejista

Cada dia que passa fica mais evidente que a revolução tecnológica mudou o setor varejista e que as empresas devem investir em inovação se quiserem se manter no mercado. Um bom exemplo de empresa, que tem como marca registrada o digital e a tecnologia é a Amazon. A norte americana é considerada a marca mais valiosa do mundo, segundo dados fornecidos este ano pela Brand Finance. 

 

Outra gigante que está fazendo história em nosso país, é a Magazine Luiza. A empresa é considerada a varejista mais valiosa do Brasil. Sendo que o crescimento desenfreado da marca se explica pelo alto investimento em tecnologia. Curiosidade: Só no ano de 2017, foi investido 85 milhões de reais no meio. 

 

Neste artigo, iremos focar em como o uso de sistemas, ferramentas ou plataformas tecnológicas adequadas podem auxiliar em diversos processos dentro de uma empresa varejista.  

 

Benefícios que a tecnologia pode proporcionar: 

 

A tecnologia trouxe inúmeros benefícios para o varejo, em especial para o cliente. Hoje, graças às evoluções no setor, o consumidor pode: 

 

  • Comprar o seu produto sem sair de casa; 
  • Ter uma experiência de compra personalizada; 
  • Se cadastrar de forma mais rápida; 
  • Se comunicar via chatbots com atendente virtuais inteligentes 

 

Outro ponto importante, é lembrar que o varejo pode ter uma gestão eficiente com o uso da tecnologia, através de processos como: 

 

  • Análise e planejamento estratégico utilizando informações de Big Data; 
  • Controle e gestão de todo o processo de logística; 
  • Realizar a checagem de terceiros (transportadoras, fornecedores e colaboradores) 
  • Verificar o mercado e a concorrência por meio de uma base de dados 
  • Monitorar ações de colaboradores a fim de evitar riscos e fraudes 
  • Implementar um processo de compliance mais eficiente 

 

A seguir, iremos falar sobre dois processos envolvendo a tecnologia que algumas empresas já adotam: 

 

  • Análise e planejamento estratégico utilizando informações de Big Data

As etapas de análise e planejamento estratégico foram uma das mais beneficiadas pela revolução tecnológica. Ao utilizar a inteligência artificial de forma automatizada, por meio de plataformas e ferramentas, o varejista consegue analisar dados mais facilmente e até mesmo criar uma base de fácil acesso, onde ele pode adicionar filtros de segurança e especificações.

Outro exemplo de uso da inteligência artificial e da base de dados, é a captação de padrões e comportamentos humanos, logo serão gerados modelos analíticos que irão facilitar a gestão de informação do seu varejo.  

 

  • Controle e gestão de todo o processo de logística: 

A tecnologia no setor de logística serve para implementar soluções que otimizem as operações e tragam uma redução nos custos da empresa. 

A gestão de controle costuma utilizar ferramentas ou plataformas digitais a fim de controlar o fluxo de produtos que entram e saem da empresa. Ou seja, utiliza-se uma base de dados para acompanhar desde uma previsão da demanda até integrar com o setor de compras e vendas. Outro ponto importante, é a possibilidade maior que se tem de evitar riscos e prevenir perdas.   

 

Tecnologia e o varejo

Definitivamente, todos os empresários do setor varejista devem investir parte do seu orçamento em soluções tecnológicas. Afinal, elas são capazes de otimizar e aperfeiçoar diversos processos diários, e isso, fará com que a sua empresa se torne mais produtiva e apta a competir com o mercado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.