Solicite um teste

ESG: por que pequenas empresas também devem se preocupar?

02 SET 2021

02 SET. 2021 / por Rômullo Martins

Atualmente, o conceito ESG (environmental, social and governance) tem sido bastante discutido no mundo dos negócios, principalmente em empresas que desejam atrair potenciais investidores. Os fatores analisados nesta sigla podem dizer muito sobre uma empresa. 

Mas, é importante ressaltar que o ESG não deve ser restrito apenas à grandes corporações, toda empresa que se preze deve começar a olhar com mais atenção os fatores que envolvem este conceito.

Neste conteúdo, falaremos mais sobre este tema a sua relação com as pequenas empresas.

O que esse conceito quer dizer?

Em resumo, o ESG demonstra o quanto uma determinada organização está de fato comprometida com questões ambientais, sociais e de governança.

Estes três pontos são essenciais para o bom desenvolvimento de qualquer empresa. 

Contudo, muito além de apenas atrair investidores, cuidar destes aspectos pode trazer inúmeros benefícios. 

Para exemplificar melhor, comentaremos melhor cada um dos fatores envolvidos.

É preciso pensar no meio ambiente

Há muito tempo somos alertados sobre a importância da preservação do meio ambiente, apesar disso, ainda existem muitas empresas que não estão preocupadas em como suas atividades podem afetar a sociedade.

A questão ambiental, primeira abordada dentro do conceito ESG, vem justamente para fazer com que as organizações passem a rever os seus processos e diminuam o máximo possível o impacto que causam ao meio ambiente. Isso envolve toda e qualquer tipo de empresa.

O exemplo do consumo de energia 

Trazendo esse conceito para a realidade, temos um exemplo claro da importância da eficiência energética.

Segundo recente matéria publicada pelo G1, o Brasil vive a pior crise hídrica em 91 anos, um reflexo das mudanças climáticas que estamos sofrendo. 

Esse problema afeta diretamente o fornecimento de energia elétrica à população e, como consequência, as taxas vão ficando cada vez mais elevadas. 

Evidentemente que as pessoas não estão isentas da responsabilidade de também economizar energia, mas, as empresas, que geralmente consomem uma quantidade bem maior, devem começar a implementar alternativas para um consumo mais consciente.

Ao optar por aparelhos que consomem menos e ambientes com iluminação natural, por exemplo, já é possível ter economia de energia. Além de reduzir custos, a empresa demonstra ao mesmo tempo que está preocupada com o impacto ambiental.

Entretanto, existem diversos outros fatores que também devem ser observados nessa questão, como economia de água e o descarte correto de resíduos.

O pensar social

A segunda letra da sigla ESG vem para observar os aspectos sociais em relação à empresa, afinal, seja uma multinacional ou uma empresa de pequeno porte, é fato que todas são constituídas por pessoas. 

Neste sentido, as organizações devem estar atentas em como é a relação entre as pessoas no ambiente de trabalho. 

Não basta ser uma empresa que se preocupa com o meio ambiente, mas em contrapartida, possuir um clima organizacional ruim ou até mesmo intolerante. 

Preocupar-se com incentivo à diversidade e inclusão, por exemplo, é muito importante. Além de atrair e reter bons talentos, o que por si só já é um enorme benefício para empresa, também reflete os seus valores para a sociedade, atraindo boas relações.

Mais uma vez, é possível perceber que o ESG não é restrito apenas a um grupo ou outro de empresas, todas devem investir nesse conceito.

O apoio da alta administração no ESG

O último ponto a ser comentado diz respeito a governança corporativa. Ela é de extrema importância para o incentivo de boas práticas como combate à fraudes e corrupção. 

Hoje, os empreendedores estão mais preocupados em saber com quem de fato estão fazendo negócios. Para evitar a associação com marcas inidôneas, por exemplo, muitas empresas já contam com processos de due diligence e background check. 

Então, a governança é essencial para evitar riscos internos e externos à empresa, verificando de perto se tudo está em conformidade.

Conclusão

Como evidenciado, é possível perceber que o ESG pode ser aplicado em qualquer empresa, independente do seu porte, segmento ou localização. 

Os aspectos observados nesse conceito dizem muito sobre a organização, pois demonstra o seu comprometimento com causas ambientais, sociais e de governança. 

Além de serem pontos observados e valorizados por investidores, antes de tudo, a sua aplicação traz uma série de benefícios como redução de custos, melhora na imagem da empresa e atração de novos clientes.


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress