Solicite um teste

ESG: crise energética reforça a importância de boas práticas

17 SET 2021

17 SET. 2021 / por Rômullo Martins

A preocupação com o meio ambiente e temas relacionados à sustentabilidade não é algo novo. Há muitos anos somos alertados sobre os impactos que causamos ao planeta e também como podemos diminuí-los. No mundo dos negócios, um conceito que aborda bastante esse problema é o ESG. 

A sigla em inglês para ‘Ambiental, Social e Governança’, tem sido cada vez mais falada e cobrada no mercado. 

Neste contexto, veremos como a atual situação do Brasil traz à tona uma cenário que exige ainda mais das empresas um posicionamento em relação a esse tema.

Precisamos falar da crise energética

Quem tem acompanhado os noticiários, pôde perceber que estamos passando por um momento delicado em relação ao fornecimento de energia elétrica.

Em nosso país, grande parte da energia é gerada através de usinas hidrelétricas. Estas, por sua vez, dependem do fluxo de água para o seu funcionamento. 

Uma vez que o nível dos reservatórios diminui, os custos para manter a geração de energia aumentam. 

Infelizmente as previsões não são animadoras. De acordo com uma recente matéria publicada pela CNN Brasil, o volume de água nestes locais deve diminuir ainda mais este mês.

Ou seja, neste momento, mais do que nunca é necessário economizar energia. Essa é uma das razões para que o conceito ESG ganhe ainda mais força entre as empresas.

Cuidar do meio ambiente é um dever de todos

Evidentemente é necessário haver uma conscientização coletiva para a adoção de práticas sustentáveis. Entretanto, não podemos deixar de mencionar que as empresas também possuem um papel fundamental neste processo. 

Quando falamos de energia, muitas indústrias têm um consumo altíssimo. Além disso, dependendo do segmento da organização, os impactos que ela pode causar ao meio ambiente são extremamente elevados. 

O ESG vem justamente para ver cuidar destes aspectos.

As mudanças começam em coisas simples

Pequenas atitudes podem fazer a diferença. Ao comprar máquinas ou aparelhos eletrônicos para empresa, por exemplo, é interessante optar por aqueles que são mais econômicos. 

Normalmente, existe uma etiqueta que identifica qual o consumo de energia daquele determinado produto. Mas, caso essa informação não esteja tão aparente, também é possível pesquisar antecipadamente. 

Esse pequeno gesto, além de contribuir com o meio ambiente, também traz economia financeira no final do mês.

Benefícios do ESG para as empresas

Como evidenciado anteriormente, é possível observar que as práticas de ESG podem proporcionar redução de custos.

Mas, como esse conceito trata de diversos assuntos como questões sociais e de governança corporativa, a sua aplicação pode trazer inúmeros benefícios a empresa, como por exemplo:

  • Prevenção de Riscos

Ao mapear todos os processos, pode-se identificar aqueles que precisam de mais atenção e assim atuar de maneira preventiva. 

  • Atração de novas oportunidades e investimentos

Uma empresa que se preocupa com o bem-estar de seus funcionários e está engajada com causas ambientais, também passa mais credibilidade para o mercado, atraindo dessa forma possíveis investidores e parceiros.

  • Retenção de clientes

Nos dias de hoje, muitos consumidores estão preocupados em saber qual a origem daquilo que estão comprando. Uma pesquisa realizada pela Union + Webster em 2019, apontou que 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis.

Esses foram apenas alguns pontos positivos que separamos, mas existem muitos outros, o que leva as empresas que adotam o ESG a terem também uma grande vantagem competitiva sobre seus concorrentes.

Conclusão

A crise energética é só um fator que evidencia ainda mais a importância do ESG. Mesmo que esse problema se resolva, as boas práticas nunca devem parar. 

Apesar de envolver muitas questões, pequenas ações já contribuem para um mundo mais sustentável.


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress