Solicite um teste

Como a tecnologia pode melhorar a gestão de riscos?

28 JUN 2017

28 JUN. 2017 / por adminuplexis

Na Era da Evolução Tecnológica e do Big Data, tomar decisões de negócios sem ter como base a análise de dados é algo bastante incomum, pois informações relevantes são capazes de otimizar diversos processos organizacionais e auxiliar na gestão e prevenção de riscos. 

Para compreender como é possível aprimorar processos como especificamente a gestão de riscos, é necessário levantar a seguinte questão:

O que é um risco para o meu negócio?

Geralmente, o agente responsável pela identificação dos riscos de um negócio é o compliance officer e/ou o auditor da empresa.

Quais os tipos de riscos mais comuns em uma organização: 

  • Acidentes de trabalho;
  • Ameaças ambientais;
  • Ameaças cibernéticas – roubos de informações de clientes, ataques contra a própria organização, entre outras;
  • Assédio moral e sexual;
  • Conflitos de interesse;
  • Corrupção;
  • Fraudes;
  • Lavagem de dinheiro;
  • Riscos fiscais, como por exemplo, não emitir as notas fiscais de acordo com a lei;
  • Roubos;
  • E muitos outros.

Sabemos que gerir riscos não é uma tarefa fácil, mas como todo processo, se existir um bom planejamento é possível antecipar-se a eles. Sendo assim, a tecnologia surge como agente responsável por auxiliar gestores desde o processo de planejamento até a tomada de decisão.


Recomendo a leitura do artigo: Gestão de riscos corporativos, aprenda como colocar em prática!


Estar em conformidade com leis, normas e condutas também leva a empresa a ter uma preocupação maior com a eficiência da gestão de riscos. Afinal, multas e sanções pelo não cumprimento ou má conduta podem gerar grandes prejuízos financeiros.  

Observando o cenário de estruturação de uma cultura voltada para o compliance, você sabe quais vantagens as ferramentas tecnológicas podem proporcionar aos executivos na hora de estruturar o processo de gestão de riscos? 

O avanço da tecnologia no Mercado Legal

Com a migração de informações físicas para a internet, o Mercado Legal se tornou um grande potencial a ser atingido e, com isso, começaram a surgir inúmeras soluções que vão além da gestão de riscos.

O grande valor encontrado pelo Mercado Legal na tecnologia é o fácil acesso a um universo de dados estruturados e não estruturados. Neste universo, o profissional da área pode encontrar informações jurídicas, comerciais e fiscais de grupos econômicos complexos, pessoas físicas ou jurídicas. 

Logo, uma equipe que levava horas ou até mesmo dias para montar um relatório de due diligence, hoje consegue fazer esse trabalho em um tempo bem menor, permitindo dessa forma que análises mais assertivas e completas sejam entregues aos gestores e diretores das áreas. 

Hoje, as soluções tecnológicas têm como característica levar conhecimento aos tomadores de decisão, para que assim eles definam qual a melhor resposta. Em um futuro não tão distante, elas serão capazes de fornecer as respostas prontas.  

Saber quantos processos uma pessoa tem, qual o seu nível de inadimplência e se possui participações em empresas laranjas, são alguns exemplos de informações que um auditor ou compliance officer pode ter acesso, através da tecnologia Big Data e da mineração de dados.


Leia também:


Explore a tecnologia a seu favor!

Um dos maiores desafios que encontramos na hora de tomar uma decisão não é obter dados ou informações e sim, interpretá-las da maneira correta. Para quem lida com a gestão de riscos, é fundamental saber como decifrar as informações disponíveis.

Imagine tomar uma decisão errada que leve a sua empresa a ter um prejuízo milionário, por que você não checou corretamente que o fornecedor possuía envolvimento com corrupção?

É difícil de acreditar, mas esse problema ainda é bastante recorrente! 

Para que isso não aconteça na sua empresa, separamos 3 dicas que podem te ajudar no processo de análise de dados. 

3 Dicas para o processo de análise: 

  • Antecipe fraudes e corrupção a partir do levantamento de dados

As empresas podem implementar plataformas que são integradoras de dados. 

Eu gosto da máxima de um ditado que diz: “Para entender o presente basta olhar para o passado, para ver o futuro, basta entender o presente”.

O gestor responsável pela gestão de riscos corporativos precisará se basear nesse ditado ao realizar a gestão de riscos. Afinal, imagine olhar o passado de uma empresa e ver coisas inimagináveis como:

  • Sócios envolvidos com corrupção;
  • Parcerias com fornecedores que lavam dinheiro;
  • Financiamento de grupos extremistas;
  • Processos por envolvimento com trabalho escravo;
  • Entre outros.

Recomendo que você leia: Como fazer uma consulta ficha limpa?


  •  Estruture times eficientes e evite conflitos de interesses

Para a organização de equipes, os gestores utilizam métodos inovadores, sempre buscando o bom relacionamento entre as pessoas.

Desse modo, observamos a tecnologia sendo utilizada para:

  • Analisar o histórico de antecedentes criminais;
  • Envolvimento em processos trabalhistas (antigos e atuais);
  • Até mesmo a análise de signos.

Por meio da checagem de colaboradores é possível prever futuros conflitos de interesse de acordo com as informações coletadas. 

O gestor de riscos deve também estar atento se na equipe que está sendo estruturada não existe pessoas com histórico de envolvimento em corrupção, lavagem de dinheiro e até mesmo crimes de violência.


Leia também: Saiba como consultar antecedentes criminais!


  • Conheça todo o histórico de uma empresa desde a sua abertura 

Ao lidar com fornecedores e clientes, é fundamental que o gestor de riscos da sua empresa faça um levantamento geral para montar o relatório de due diligence.

Existem muitas informações a serem levadas em consideração em um processo de know your customer e supplier. Os fatos mais relevantes do negócio influenciam diretamente na tomada de decisão, e eles podem ser:

  • Mudanças no quadro societário;
  • Análise de capital (crescimento);
  • Abertura de capital;
  • Notícias atreladas a mídia;
  • Processos trabalhistas;
  • E muito mais.

Ter em mãos uma tecnologia que te forneça informações relevantes de forma precisa e dinâmica, pode mudar a forma como um diretor ou gestor toma decisões em sua área. Em geral, os dados trazem mais assertividade e diminuem imensamente a ocorrência de riscos. 

É fundamental que após a implementação de uma plataforma de mineração de dados, as equipes que a utilizam metrifiquem dados para acompanhar a evolução e a melhoria causada pela solução.

Solução upMiner

Bastante utilizada em processos de gestão de riscos, compliance, prevenção à lavagem de dinheiro (PLD), busca por conflitos de interesse, checagens e investigações no geral.

A solução é capaz de otimizar o tempo de equipes dos mais diversos setores, reduzir os custos da organizações e diminuir os prejuízos causados por riscos. Dentro dela, existem mais de 16 aplicativos e cerca de 1900 fontes (nacionais e internacionais) que buscam sanar as necessidades dos clientes, através de relatórios analíticos personalizados com as informações de interesse.

Quer conhecer mais sobre o upMiner e como ele pode auxiliar a sua empresa em suas tomadas de decisão?

Não deixe de solicitar um teste para o nosso time do comercial para observar na prática a utilidade da plataforma!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.