Solicite um teste

Por que as pequenas e médias empresas devem investir em compliance?

18 NOV 2019

18 NOV. 2019 / por Isadora Soliani

PMES no Brasil

As pequenas e médias empresas são extremamente importantes para o crescimento econômico do Brasil, a medida em que aumentam consideravelmente a geração de emprego – sendo responsáveis por 60% dos quase 100 milhões de empregos existentes no país.

Apesar da grande influência na economia, essas empresas passam por inúmeros desafios para continuar no mercado acirrado, onde grandes organizações possuem isenções fiscais e auxílio do governo. 

 

Desafios das pequenas e médias empresas

Outra dificuldade da maioria dessas empresas é a falta de uma boa governança e de um programa de compliance, o que dificulta o cumprimento da legislação, dos regulamentos e padrões comportamentais éticos. Consequentemente, colocando as grandes organizações em destaque perante o consumidor. Afinal, nos dias de hoje é imprescindível que todas as empresas possuam um código de ética e uma certa transparência em relação à normas e legislação. 

Outro problema recorrente nas pequenas e médias empresas é o de manter a regularidade trabalhista, previdenciária e fiscal. A ausência dessa regularidade pode restringir o acesso ao crédito, principalmente de fontes públicas, que tradicionalmente possuem custos mais baixos e as vendas para órgãos, e empresas públicas, além de, prejudicar as mesmas para empresas privadas e para o cliente. 

 

Você sabia que o compliance se tornou uma obrigação para qualquer empresa?

É comum no Brasil, as pequenas e médias empresas ainda não ter organizado o seu departamento de compliance. Mas, segundo a Lei Anti Corrupção, as regras de conformidade se tornaram uma responsabilidade de todas as organizações que se relacionam de alguma forma com a administração pública.

Considerando que a maioria das empresas possuem negócios com o governo (federal, estadual ou municipal), a obrigatoriedade dessa lei já é o suficiente para que elas adotem um programa de compliance. 

 

Vantagens em se adotar um programa de compliance nas PMES: 

As vantagens em se adotar um programa de compliance nas pequenas e médias empresas são inúmeras. Sendo as principais: 

  • Atrai novos clientes, parceiros e colaboradores éticos
  • Conquista investidores 
  • Facilita a obtenção de crédito 
  • Permite que o clima organizacional seja cada vez melhor 
  • Traz segurança aos colaboradores
  • Elimina riscos de fraude, roubos e corrupção
  • Viabiliza a implementação de controles mais ágeis e eficazes
  • Melhora a imagem da marca no mercado 

 

Para se adotar as práticas de compliance, invista em tecnologia!

Uma dica importante ao se adotar um programa de compliance é investir em tecnologia. E não estamos falando apenas do pacote Office. O uso de tecnologias especializadas podem trazer uma diferença enorme nos resultados do seu programa de governança corporativa. 

Afinal, sabemos que para se implementar um programa eficaz é necessário que se tenha alguns controles em atividades e a análise de muitos documentos. Por tanto, plataformas especializadas em mineração de dados e elaboração de relatórios analíticos de fácil acesso, podem facilitar muito a vida do profissional de compliance. 

Separamos um conteúdo sobre a importância da coleta e análise de dados, processo fundamental em programas de compliance.

Impacto da análise de dados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.