Solicite um teste

Consumidor ou varejista: 2 Dicas para se prevenir de fraudes

25 NOV 2019

25 NOV. 2019 / por Isadora Soliani

Número de fraudes no Brasil só aumenta e preocupa a todos 

Você sabia que cerca de 12 milhões de brasileiros sofreram algum tipo de fraude no período de 1 ano? 

Pois bem, o número de fraudes no Brasil é assustador. Segundo uma pesquisa, realizada pela Confederação Nacional de Dirigente Lojistas, as fraudes de caráter financeiro provocaram um alto prejuízo de R$ 1,8 bilhão em 12 meses.   

Na mesma pesquisa, foram divulgadas os tipos de fraudes mais comuns: 

  • Desaparecimento de documentos pessoais 
  • Roubo, assalto ou furto 
  • Perda de cartão de débito ou crédito 
  • Fornecimento acidental de dados pessoais para terceiros via e-mail, sites e WhatssAp. 

O fornecimento de dados pessoais é um dos modelos de fraudes que mais aumenta e preocupa a todos, pois com o avanço da tecnologia tudo está sendo realizado via internet e solicita as informações. 

Muitas vezes o consumidor disponibiliza seus dados em lojas físicas ou em algum tipo de e-commerce, sem se preocupar se a sua proteção será realmente efetiva. Portanto, independente se você for uma pessoa física ou jurídica, nos dias de hoje é necessário manter a cautela na hora de fornecer seus dados.

Abaixo, listamos alguns dos tipos de fraudes mais comuns no meio online: 

  • Sites falsos de promoção 
  • Suposta vaga de emprego 
  • Compra em um site falso 
  • Notificação falsa para quitação de débito 
  • E-mail de banco ou empresa solicitando atualização de dados cadastrais ou bancários 

Com o intuito de te ajudar a se prevenir desse tipo de fraude e auxiliar o varejista a implementar controles eficazes no seu negócio, elaboramos este artigo com algumas dicas que irão beneficiar ambos. 

Como eliminar as fraudes no setor do varejo 

Para o varejista, a dica principal é investir em práticas de compliance a fim de garantir a idoneidade em todas as suas relações. 

Implemente a auditoria interna 

A auditoria interna é uma prática utilizada para a observação e análise de procedimentos, com a finalidade de propor algumas alterações na aplicação dos processos.

Porque ela é importante para evitar a fraude financeira?

O responsável por executar a prática, irá se responsabilizar em fazer uma análise profunda das atividades realizadas pela empresa, isso inclui, todas as atividades das áreas de riscos, desde a financeira até a parte de segurança de dados. 

Quando bem executada, a auditoria interna pode prever casos de riscos e alertar o tomador de decisão, para que dessa forma, seja criado um plano de ação que previna o acontecimento da fraude.

Acompanhe as transações financeiras de perto

O acompanhamento das transações financeiras da empresa permite ao gestor e empresário saber o que está acontecendo. 

Uma das dicas nessa etapa, é que o gestor pegue as demonstrações bancárias pessoalmente e que não permita que apenas um colaborador faça parte de todo o processo financeiro.

Algumas situações que podem indicar o início de uma fraude financeira: 

  • Cheque de pessoas e fornecedores que você não conhece.
  • Assinaturas que pareçam ser forjadas ou alteradas.
  • Cheques destinados a terceiros, mas endossado por algum representante da empresa. 

Separamos um conteúdo específico sobre o impacto da análise de dados a fim de auxiliar a compreender melhor sobre a importância dessa coleta.

Impacto da análise de dados

 

 

 


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress