Solicite um teste

Compliance na área médica

12 NOV 2019

12 NOV. 2019 / por Isadora Soliani

Quer ouvir nosso artigo? Clique no áudio abaixo!

 

Aumento de 302% na quantidade de processos preocupa o setor 

O compliance na área médica está se tornando imprescindível devido ao alto grau de riscos que envolve a medicina. Processos judiciais envolvendo pacientes, médicos e instituições de saúde crescem anualmente e preocupam o meio. 

Somente em São Paulo, o CREMESP detectou um aumento de 302% na quantidade de processos referentes à má prática, erro médico ou infração às regras presentes no Código de Ética Médica, passando de 1.022 processos em 2001 para 3.089 em 2011. 

Esse aumento significativo no números de ações geram preocupação à sociedade, pois levantam o questionamento a respeito da excelência dos médicos brasileiros e instituições.  

Possíveis causas do aumento de processos: 

  • Má gestão de riscos 
  • Falta de ferramentas que garantam a segurança nos serviços prestados 
  • Desconhecimento do Código de Ética Médica
  • Médicos despreparados ou sem CRM 

A adoção de práticas de compliance visam a avaliação, o gerenciamento e a mitigação dos riscos da atividade. Dessa forma, acabam fornecendo também segurança para os médicos e pacientes, o que agrega valor e eficiência às instituições.

Como a adoção de práticas de compliance podem trazer segurança para os médicos? 

A  adoção das práticas corretas podem auxiliar na defesa do médico em questão, por meio da documentação produzida em conjunto com a área de compliance e que geralmente está voltada para os seguintes pontos: 

  • Contratos 
  • Prontuários médicos 
  • Termo de consentimento 
  • Código de Ética Médica
  • Relação com o paciente 

Os pontos citados acima, deverão ser analisados profundamente a fim de encontrar possíveis riscos operacionais, tanto nos atendimentos quanto dos procedimentos médicos. E, posteriormente implementar as normas e procedimentos internos que façam mais sentido com a instituição em questão. Por fim, o profissional de compliance deve estar sempre criando projetos e treinamentos que permitam uma melhoria constante dos serviços, bem como a adequação às normas técnicas. 

Vantagens do compliance na área médica: 

  • Prevenção e redução dos processos 
  • Redução dos gastos com advogados 
  • Fortalecimento da imagem da instituição no mercado
  • Proteção ao profissional da área 
  • Segurança aos pacientes 
  • Controle e gestão das atividades
  • Melhora do serviço como um todo 

É evidente o quanto a medicina está mudando com relação ao compliance nos últimos anos. Logo, é fundamental que os profissionais da área da saúde se adequem à nova realidade por meio da atualização dos currículos com a inclusão das novas práticas de compliance, evitando a judicialização de sua relação com os pacientes. 

Tecnologia pode ser utilizada como aliada do compliance

Com a facilidade que a tecnologia nos proporciona, conseguimos coletar informações e analisar dados. Por isso, as grandes empresas e profissionais da área da saúde estão investindo em ferramentas tecnológicas a fim de facilitar a gestão e controle das práticas de compliance. Além disso, essas soluções garantem mais assertividade aos processos.


 

Em 2019, foi sancionada a Lei Geral de Proteção de Dados, ou seja, determinações para proteger dados pessoais por parte das empresas. Estas normas deverão ser seguidas por todos empreendimentos, inclusive para área da saúde, podendo haver multas para quem desrespeitá-las.

O que antes era considerado boas práticas agora passará a ser obrigação. Portanto, separamos um e-book para você com tudo que você precisa saber para estar preparado a LGPD.

E-book - LGPD na Saúde


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress