Solicite um teste

Compliance ambiental

01 OUT 2020

01 OUT. 2020 / por Isadora Soliani

Compliance X Compliance Ambiental – qual a diferença?

O compliance em si é um termo que tem aparecido bastante na mídia por ser extremamente importante na gestão de organizações. 

Geralmente, um programa estruturado de compliance engloba práticas, controles e soluções que visam o cumprimento das leis e regras aplicáveis ao negócio em questão, diminuindo dessa forma drasticamente as chances de riscos e perdas (financeiras, comerciais e jurídicas). 

Certamente outro aspecto importante de um programa de compliance é a cultura imposta por ele a todos colaboradores, de agir em conformidade e saber o quanto a ética, princípios e valores são fundamentais para a sustentabilidade e sucesso da empresa. 

No caso do compliance ambiental, o intuito segue o mesmo, mas ele é focado nos aspectos relacionados à gestão de resíduos, efluentes e também no trato com o meio ambiente e as pessoas. 

A legislação ambiental no Brasil trata de todas as atividades de uma empresa. Extração da matéria prima, processo produtivo, distribuição das mercadorias até chegar na mão do consumidor e, em alguns casos, até engloba o papel inverso do cliente até a indústria para que o material seja devidamente reciclado. Por ser uma estrutura jurídica bastante extensa (envolver diversas etapas) ela é também extremamente complexa, como resultado, se torna necessário a implementação do compliance ambiental como ferramenta para garantir o cumprimento de todas as normas e evitar problemas futuros como multas e sanções. 

Nos dias de hoje, a crescente conscientização em preservar o meio ambiente é um tema que está bastante em alta tanto no mundo empresarial, quanto na sociedade. Sendo assim, empresas que não se preocupam em estar em conformidade com as regulamentações ambientais tendem a perder a credibilidade no mercado, afastando investidores e podendo até ter o seu valor de marca afetado.

Para incorporar um programa de Compliance ambiental, as organizações deverão contar com: 

  • Apoio da alta direção;
  • Capacitação técnica para realizar as ações necessárias;
  • Responsáveis técnicos qualificados que irão estar à frente das práticas de compliance instauradas;
  • Sistema que comporte uma gestão integrada;
  • Definição das áreas prioritárias até as menos urgentes, devendo passar por todas elas;
  • Cronograma de introdução do sistema;
  • Comunicação das novas ações para todos os colaboradores (é super importante o envolvimento e conhecimento de todos);
  • Avaliações de conformidade por meio de auditorias;
  • Soluções tecnológicas que otimizem processos a fim de garantir uma melhoria nas atividades.

Principais benefícios do compliance ambiental no universo corporativo:

  • Evita ou minimiza os desastres ambientais;
  • Poupa a empresa de sofrer multas administrativas, penalidades (civis e criminais) e gastos com readequação da estrutura;
  • Prevenção e análise de fraudes;
  • Ações mais sustentáveis;
  • Causa um maior aproveitamento dos recursos naturais com o menor impacto possível;
  • Traz efetividade e eficiência às atividades empresariais;
  • Aumento da lucratividade da empresa;
  • Preserva a viabilidade da empresa ao longo dos anos;
  • Melhoria da imagem das empresas perante seu público alvo e a sociedade em geral;
  • Atrai investidores e parceiros idôneos.

Dados alarmantes recentes que comprovam a necessidade de práticas de compliance ambiental:

Em 25 anos, estados do sul somam mais de R$ 3 bilhões de multas ambientais não pagas. 

(Dado do Observatório de Justiça e Conservação – março 2020).

Indústria de gelatinas de Acorizal foi penalizada em R$ 7,4 milhões por causar danos ambientais no fim do ano de 2019. 

(Dado do Ministério Público do Estadual – março 2020).

Força-tarefa Amazônica registra R$ 580 milhões em danos ambientais referentes à grilagem, corrupção em órgão ambiental e mineração ilegal

(Dado divulgado pela Folha de São Paulo – fevereiro 2020).

A importância de combinar o compliance ambiental com práticas sustentáveis corporativas

Com o aumento no número de desastres naturais, mudanças climáticas, extinção de algumas espécies de animais e o esgotamento dos recursos do planeta, todos resultados da influência do ser humano sobre o meio ambiente, adotar práticas sustentáveis se tornou essencial não apenas para as pessoas, mas também para as empresas. Portanto, não se trata apenas de realizar ações pontuais, mas, sim, de implementar um comportamento ambientalmente responsável.

Portanto, esse “novo” comportamento deve incluir o compliance ambiental e novas atitudes como optar por equipamentos mais econômicos, priorizar materiais de melhor qualidade, investir em reciclagem e eliminar os copos descartáveis. Essas são, por exemplo, pequenas ações rotineiras em conjunto com o cumprimento das normas e legislações que podem ajudar grandemente o meio ambiente a longo prazo.

Nova medida da upLexis

A upLexis em parceria com a empresa Ver te Verde Ambiental iniciou uma ação de reflorestamento da área do Parque Municipal dos Ipês, mudas serão plantadas e mantidas com a finalidade de estimular a preservação do meio ambiente, melhorar a qualidade do ar e tornar o local arborizado novamente. Além desta ação, diversas outras fazem parte da rotina da empresa e dos colaboradores como o fim dos copos descartáveis, escolha por materiais sustentáveis e a coleta seletiva.

Quer saber mais sobre a responsabilidade ambiental e social da upLexis?

Entre em nosso site e fique por dentro de todas ações!


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress