Solicite um teste

Além dos rastreadores: como o investimento em compliance pode reduzir os roubos de cargas?

14 JAN 2021

14 JAN. 2021 / por Rômullo Martins

Entenda como práticas de compliance podem ajudar a prevenir situações de roubos de cargas em empresas de logística e transporte

Em um estudo realizado pela Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC), foi identificado que em 2019 houve um total de 18.300 roubos de cargas em rodovias. Apesar da diminuição gradual ao longo dos últimos anos, este número ainda representa um grande problema para as empresas deste ramo. Como resultado, o prejuízo financeiro no setor chegou a marca de R$1,4 bilhão.

Dentre as diversas modalidades de transportes que existem no Brasil, certamente uma das mais importantes é o rodoviário. 75% de todas as mercadorias que circulam no país pertencem a este modal.

Cargas e regiões mais afetadas

Ainda no levantamento feito pela (NTC), pôde-se constatar que alguns itens são mais visados, entre eles estão produtos alimentícios, cigarros, combustíveis e bebidas. 

Em um visão demográfica, o sudeste apresentou os números mais preocupantes. De todas as ocorrências de roubos de cargas que aconteceram no Brasil naquele ano, 84,26% delas foram nos estados desta região, em seguida aparecem o sul com (6,52%), nordeste (6,29%), centro-oeste (1,69%) e norte com (1,24%).

Tecnologia

No entanto, observando este cenário, o aumento da competitividade entre as empresas e um público cada vez mais exigente, as transportadoras passaram a investir mais em tecnologia, visando otimizar os seus processos de segurança e possíveis situações de riscos.

Atualmente, só no monitoramento de cargas, é possível utilizar diversos sistemas diferentes, como:

  • GPS: onde o veículo é rastreado via satélite baseando-se nas coordenadas de longitude e de latitude;
  • Radiofrequência: que é o uso das antenas de rádios para acompanhar todas as movimentações;
  • Telemetria: tecnologia que monitora tanto a carga quanto o veículo, mostrando informações mais detalhadas como velocidade e rota utilizada.

Existem diversos rastreadores disponíveis no mercado, mas, o cuidado com situações de riscos deve abranger toda a cadeia logística e as pessoas envolvidas nela, assim se faz necessário o investimento em compliance.

Compliance

Já parou para pensar que muitos casos de corrupção e fraudes começam dentro da própria organização? Um artigo publicado pelo G1 em 2018, revela que uma quadrilha especializada em roubar cargas recebia ajuda dos próprios funcionários da empresa alvo, onde os mesmos repassavam informações confidenciais que facilitavam a abordagem por parte dos criminosos. 

Infelizmente casos como esses não se limitam ao segmento de transporte, muitos outros setores sofrem deste mesmo problema. Imagine alguém que trabalha em um meio financeiro. Diariamente essa pessoa pode ter acesso a dados sigilosos que, se em mãos erradas, podem trazer sérios problemas para a instituição.

Por essa razão, cada vez mais as empresas estão investindo em compliance com intuito de prevenir, identificar e punir todo e qualquer ato ilícito.

Dentre as principais práticas realizadas, pode-se destacar:

  • O estabelecimento de um Código de Conduta Ética: documento onde constam normas e princípios que todos da empresa devem seguir;
  • A criação de um Canal de Denúncias: instrumento para identificar eventuais irregularidades que estejam acontecendo;
  • A realização de Checagem de Terceiros: investigar todos que estejam ligados direta ou indiretamente com a empresa a fim de verificar se tudo está em conformidade.
  • O monitoramento periódico dos funcionários: acompanhar o perfil do colaborador em fontes relevantes.

Ou seja, no caso das transportadoras, por exemplo, conhecer bem quem são os motoristas e realizar uma análise profunda é sem dúvidas essencial e esse processo de investigação pode começar antes mesmo da contratação. 

Em outras palavras, a prevenção aos roubos de cargas envolve muito mais que apenas rastreadores, requer uma mudança na cultura da empresa, uma monitoria contínua e a implementação de práticas de compliance.

 upMiner

Quer saber como podemos te ajudar com a checagem de terceiros?
Conheça a nossa plataforma upMiner e veja como você pode obter dados de pessoas físicas e jurídicas de forma rápida e confiável.

 


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress