Solicite um teste

Como o compliance pode ajudar empresas em momentos de crise?

14 SET 2021

14 SET. 2021 / por Rômullo Martins

Você sabia que o compliance também é um forte aliado das empresas em momentos de crise?

Todo empreendedor sabe o quão difícil é ter um negócio, principalmente no Brasil. Consolidar uma marca forte pode levar anos, mas em contrapartida, pequenas ações podem levar a empresa a um período de instabilidade. 

Neste contexto, falaremos um pouco sobre como as práticas de compliance contribuem para superar adversidades.

Imprevistos acontecem

A pandemia causada pelo COVID-19 pegou todos de surpresa. É fato que ninguém estava esperando que algo dessa magnitude acontecesse de forma tão rápida e avassaladora. 

Centenas de negócios acabaram fechando e muitos outros ainda estão enfrentando dificuldades.

Só para se ter uma uma ideia, somente no estado de São Paulo, seis em cada dez empresas perderam faturamento por conta do atual cenário pandêmico. Micro e pequenas empresas foram as mais afetadas, de acordo matéria publicada pelo Mercado & Consumo.

Em outras palavras, qualquer empreendimento está sujeito à crise. 

A importância de se investir em compliance

Muitas organizações, principalmente as de pequeno porte, ainda acreditam que compliance é um custo, e não necessariamente um investimento. 

Certamente que implementar um programa bem estruturado vai, a curto prazo, gerar certas despesas como a contratação de profissionais da área, treinamentos para a equipe e demais adequações necessárias.

Contudo, a longo prazo, é possível prevenir diversos problemas que podem prejudicar seriamente a empresa. Para melhor exemplificar, separamos três exemplos de como o compliance pode ajudar em momentos de crise.

Menos processos judiciais

Independente do momento em que a empresa se encontre, é certo que ela não deseja ser alvo de processos judiciais. 

Além de gerar gastos desnecessários, a imagem da organização como um todo acaba saindo prejudicada. 

Dependendo do ocorrido, os danos podem ser bem elevados. Nesse sentido, o compliance é essencial, pois com as suas práticas é possível observar os processos mais de perto e identificar possíveis irregularidades antes delas virem à tona. 

Dessa maneira, os gestores e a alta direção podem tomar as devidas providências.

Prevenção à fraudes

Muitas empresas de referência no mercado já viram o quanto é danoso sofrer uma fraude. Normalmente, quando esse problema se torna público, o mesmo já se encontra em um patamar muito avançado. 

Entretanto, qualquer negócio pode ter que passar por essa situação. 

Um dos principais temas abordados em programas de compliance é justamente a prevenção à fraudes. Ao investir em processos investigativos como due diligence e background check, por exemplo, é possível evitar associações com pessoas e empresas inidôneas ou que já possuem um mau histórico. 

Ao complementar essas ações com a criação de um código de conduta e um canal de denúncias, as chances de vivenciar uma fraude diminuem ainda mais.

Atração de investidores 

Em um momento de crise, receber um aporte pode fazer total diferença. Porém, dificilmente um empreendedor vai investir o seu dinheiro em uma empresa que não confia. 

Com o compliance, além das práticas preventivas, a empresa acaba demonstrando ao mercado que está preocupada com a ética e a transparência em seus processos.

Transmitindo essa credibilidade, é muito mais provável que a empresa receba investimentos. 

Conclusão

Qualquer empresa pode passar por dificuldades, mas existem algumas circunstâncias que podem ajudar a superar este momento. O compliance auxilia na diminuição de riscos e também abre portas para que os problemas possam ser resolvidos mais rapidamente.

Saiba mais sobre esse tema

Temos um e-book abordando somente este assunto. Clique no banner abaixo e receba o material gratuitamente em seu e-mail.

E-book Compliance Corporativo


Comments

Share on activity feed

Powered by WP LinkPress