search
BlogGeral

Sua empresa utiliza ferramentas tecnológicas pa...

Sua empresa utiliza ferramentas tecnológicas para conhecer os clientes?

Atualizado em 3 de agosto de 22 | Geral  por

Rômullo Martins

Para empresas que desejam atingir um alto nível de compliance, adotar práticas para conhecer os seus clientes é fundamental. 

Esse processo, também conhecido como Know Your Customer (KYC), ou simplesmente, Conheça seu Cliente, tem se tornado cada vez mais comum entre diferentes organizações.

Embora essa medida preventiva seja obrigatória apenas em alguns setores, como o das instituições financeiras, muitas empresas já perceberam que essa ação é muito importante e pode proporcionar diversos benefícios. 

Entretanto, fazer esse trabalho de forma manual pode ser bastante complexo. 

Nesse sentido, falaremos como você pode utilizar ferramentas de compliance para conhecer os seus clientes.

Continue a leitura a seguir.

Por que conhecer os clientes?

Somente no primeiro semestre deste ano, o Brasil registrou uma média de 5 mil tentativas de fraude de identidade. 

Segundo a publicação da CNN Brasil, fintechs, bancos e varejo são os principais alvos dos criminosos, mas esse número também traz um sinal de alerta para os demais segmentos.

A principal finalidade desse crime é se passar por cliente para obter benefícios próprios, como a aquisição de bens ou até mesmo a abertura de empresas de fachada.

Quando a empresa não realiza ações de verificação e confirmação dos dados que o seu cliente informa, na fase inicial do relacionamento, ela fica sujeita a se associar com organizações e pessoas inidôneas. 

As consequências disso vão desde prejuízos financeiros até o risco de imagem, uma vez que a empresa pode ter o seu nome manchado.

Ao conhecer com quem de fato está se relacionando, é possível obter mais segurança e transparência nas relações, evitando assim impactos negativos.

Como conhecer os clientes?

Para evitar fraudes e demais práticas criminosas, adotar processos como background check na fase de cadastramento de clientes é essencial. 

Utilizando de bases de dados confiáveis e atualizadas, atualmente as empresas podem obter diversas informações sobre pessoas físicas e jurídicas e dessa forma validar ou não aquilo que foi informado na fase de onboarding.

A digitalização das informações trouxe mais facilidade para essas verificações. Através da internet, dados cadastrais, financeiros, jurídicos e muitos outros podem ser identificados e utilizados para a checagem.

Entretanto, apesar dessa disponibilidade, veremos a seguir que esse processo não é tão simples, mas pode ser otimizado.

Principais dificuldades na identificação de clientes e o papel das ferramentas de compliance

Como mencionado anteriormente, hoje a internet disponibiliza centenas de informações sobre pessoas e empresas que podem ser consultadas para análise e tomada de decisão, mas coletar e analisar estes dados manualmente pode ser bastante demorado e exigir o envolvimento de muitos profissionais.

Um dos principais motivos para isso é pelo fato das informações estarem disponíveis em diferentes sites e formatos na web.

Para realizar essa captura é necessário acessar individualmente todos os locais de interesse, preencher as informações solicitadas e então fazer a exportação dos dados.

Mas antes de analisar, ainda é necessário organizar tudo aquilo que foi coletado, pois as informações vêm em diferentes padrões, uma vez que foram coletadas em locais distintos.

Todo esse processo requer muito tempo e atenção, pois o manuseio de grandes quantidades de informações está bastante suscetível a erros.

Ao contar com uma ferramenta de compliance, todas essas etapas podem ser otimizadas. É o que muitas empresas estão fazendo atualmente. 

Por estarem integradas com centenas de fontes, essas soluções tecnológicas conseguem coletar dados rapidamente a partir de documentos como o número de CPF ou CNPJ. 

Além de obterem as informações em poucos minutos, as ferramentas de compliance podem organizar os dados de forma que fiquem estruturados e facilitar ainda mais a análise. 

Com isso, todo esse processo de verificação de clientes pode ser feito de forma muito mais eficiente. 

Benefícios do uso de ferramentas de compliance para conhecer os clientes

Deixar os processos automatizados já é um grande benefício, uma vez que diminui as chances de erros, mas as ferramentas de compliance podem proporcionar muitas outras vantagens, entre elas podemos citar:

Economia de tempo

Sem dúvidas a economia de tempo é uma das principais características dessas soluções. Uma verificação que levaria dias, dependendo da situação, pode ser feita em poucos minutos com o investimento nessa tecnologia.

Qualidade das informações

Para tomar boas decisões é preciso estar pautado em dados confiáveis e atualizados. As ferramentas de compliance estão conectadas às principais fontes de informação, trazendo mais precisão na hora das análises.

Diminuição de erros

As chances de inconsistências são diminuídas bastante ao fazer verificações com o auxílio de uma ferramenta de compliance. Isso porque todo o processo muitas vezes é realizado por robôs, capturando e organizando as informações.

upMiner: referência entre as ferramentas de compliance

A plataforma upMiner é um grande exemplo de solução que otimiza a coleta de dados de pessoas e empresas e está presente no dia a dia de centenas de profissionais.

Bastante utilizada para práticas como KYC, KYS, KYE e PLD-FT, a ferramenta permite identificar rapidamente informações importantes para análise e tomada de decisão. 

As consultas são realizadas em tempo real e podem ser personalizadas de acordo com o interesse do usuário. Dentre algumas informações que podem ser verificadas estão:

  • A existência de processos judiciais;
  • Pendências financeiras;
  • Relações societárias;
  • Mídias negativas;
  • O envolvimento de pessoas politicamente expostas (PEPs);
  • Entre outros. 

O upMiner conta com mais de 1.900 fontes de consulta nacionais e internacionais. Você pode saber mais sobre essa ferramenta de compliance clicando aqui.

Saiba mais sobre compliance

Proporcionar um ambiente de trabalho no qual os colaboradores se sintam seguros para apontar quaisquer irregularidades também é essencial para a prevenção de fraudes dentro das organizações.

A criação desse espaço seguro é conhecido como cultura de speak up.

Elaboramos um e-book em parceria com duas especialistas com o tema “Background check como mecanismo de promoção à cultura de speak up”. 

Neste material, que está disponível gratuitamente, você encontrará:

  • Vantagens de uma cultura de speak up;
  • Mecanismos de promoção da cultura de speak up;
  • Background check: o que é isso, afinal? Conceitos e funcionalidades no sistema de integridade;
  • Investigação e background check dentro de uma cultura de speak up.

Para recebê-lo em seu e-mail, clique no banner abaixo e preencha o formulário.