Solicite um teste

3 maneiras de fortalecer o Compliance através da tecnologia

07 AGO 2019

07 AGO. 2019 / por Isadora Soliani

Você já deve ter ouvido falar que a prática de Compliance gera confiança em uma empresa? 

Pois bem, o termo Compliance trata se de um conjunto de disciplinas e práticas, que tem como principal finalidade fiscalizar e implantar normas morais e legais dentro de uma empresa a fim de proteger seus clientes, funcionários e parceiros, através de princípios e ações éticas. 

Em um país instável, onde fraudes, escândalos e corrupção estão cada dia mais presentes. Portanto, o Compliance é uma prática que está se tornando cada vez mais indispensável de se adotar nas empresas. 

Compliance e a Tecnologia 

Com a facilidade que a tecnologia nos proporciona, conseguimos coletar informações e analisar dados. Por isso, as grandes empresas e profissionais da área vem investindo em ferramentas tecnológicas. Assim, as tarefas dos profissionais da área se tornam fáceis de serem executadas, oferecendo mais precisão, segurança e velocidade.

A seguir, iremos pontuar 3 maneiras simples de você implementar a tecnologia em sua empresa e facilitar seu processo de checagem de informações: 

1 –  Contratar uma consultoria especializada 

A escolha em contratar uma consultoria especializada vai muito além de apenas auxiliar na seleção e implementação da ferramenta certa para as necessidades da sua empresa. Esse tipo de serviço pode te auxiliar desde a parte de gestão e suporte para o uso correto do software até a elaboração de um projeto específico para sanar uma necessidade pontual que existe dentro de sua empresa, como por exemplo o background check de todas as informações relevantes sobre os fornecedores já contratados. 

 

2 – Realizar o cadastro digital de todas as informações e a gestão do mesmo 

O cadastro digital dos clientes é algo fundamental e muito simples de ser adotado em qualquer tipo de empresa. Por exemplo, empresas do setor de varejo, jurídico, meios financeiros e até mesmo químico. Esse tipo ação permite que você crie uma base de dados com informações relevantes sobre seus terceiros. Sejam eles clientes, fornecedores, contratantes ou contratados.

As informações coletadas podem auxiliar desde o setor comercial a conhecer melhor o seu público e alavancar as vendas. Além disso, elas ajudam nos processos de checagem de riscos como a corrupção, lavagem de dinheiro e grandes fraudes.

 

3 –  Adotar softwares especializados 

Existem softwares especializados para cada tipo de demanda, sendo os mais utilizados os que envolvem o processo de automação de coleta de dados.

Ao escolher adotar um software especializado para ajudar a automatizar, estruturar e organizar as atividades da sua empresa será possível que todos os processos fiquem registrados no sistema. Uma vez que centralizados todos os dados, ele permite:

  • otimizar seu processo de coleta de informação e assim melhorar o desempenho de sua equipe; 
  • prever crises financeiras;
  • reduzir os gastos;
  • dedicar mais tempo em atividades que não podem ser automatizadas

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.